Voltar

ANACOM define o caminho para a 5.ª Geração Móvel

Ouvir com ReadSpeaker
03.07.2018

A ANACOM divulgou o roteiro nacional para libertar a faixa dos 700 MHz, necessária ao desenvolvimento da 5ª geração móvel. A libertação desta faixa, que deverá ter início no último trimestre de 2019 e decorrer até 30 de junho de 2020, implica a passagem da televisão digital terrestre (TDT) para uma nova faixa de frequências.

O roteiro nacional proposto pela ANACOM prevê a adoção de um processo simplificado de migração da TDT. O processo implicará para os utilizadores apenas a sintonização da nova frequência, ou seja, não será necessário adquirir equipamentos nem reorientar as antenas. De todo o modo, a ANACOM vai apoiar todos os utilizadores, estando a preparar um plano para esse efeito.

Esta solução vai também ao encontro da posição que resultou do workshop sobre o futuro da TDT organizado pela ANACOM, mantendo-se a capacidade para virem a ser criados dois novos canais em sinal aberto.

Tendo em vista a atribuição desta faixa para comunicações móveis, a ANACOM lançou uma consulta pública para auscultar o mercado e avaliar o interesse dos operadores nesta e noutras faixas que possibilitam o desenvolvimento dos vários serviços que podem ser prestados com esta nova geração móvel, inclusive comunicações Máquina a Máquina (M2M) e Internet das Coisas (IoT).

Saiba mais:
Consulta sobre disponibilização de espectro na faixa dos 700 MHz